Simpósio Temático Acervos Musicais Brasileiros

Simpósio Temático “Acervos Musicais Brasileiros”

O Simpósio Temático “Acervos Musicais Brasileiros”, do XXVIII Congresso da ANPPOM, reunirá comunicações relacionadas ao levantamento, salvaguarda, tratamento, difusão do conteúdo e pesquisas relacionadas aos acervos musicais do país, bem como ao levantamento do estado atual das pesquisas e da realidade brasileira referente ao patrimônio arquivístico-musical e histórico-musical brasileiro. Interessam particularmente, para este Simpósio Temático, a estrutura política para a proteção do patrimônio musical (legislação federal, estaduais e municipais, regulamentos e normativas institucionais, etc.), o conhecimento disponível sobre a existência, conteúdo e abertura à pesquisa dos acervos musicais brasileiros, os projetos específicos de conservação, catalogação, edição e difusão já realizados, planejados ou em andamento, o conhecimento nacional e internacional acumulado sobre a gestão de acervos musicais correntes e históricos, as interfaces com a história oral e outras narratividades, e o desenvolvimento da metodologia para essas tarefas, considerando-se que acervos musicais – sejam eles de instituições de interpretação e difusão musical (orquestras, coros, bandas, conjuntos, rádios, TVs, etc.), instituições de ensino e pesquisa, bibliotecas, arquivos, centros de documentação e arquivos pessoais – incluem fontes de representação musical gráfica (partituras e partes, impressas, manuscritas e virtuais), gravações (discos de 78, 45 ou 33 rotações, fitas de rolo ou cassete, arquivos digitais, etc.), documentos diversos (cartas, contratos, certificados, documentos oficiais, fotografias, manuscritos de pesquisa, etc.), recortes ou números completos de jornais e revistas, programas, folhetos, textos e outros. Além da apresentação e discussão das comunicações sobre o assunto, o objetivo geral deste Simpósio Temático é o estímulo ao desenvolvimento das ações de salvaguarda, difusão e abertura à consulta dos acervos musicais brasileiros, repositórios que permitem o subsídio concreto da pesquisa sobre a memória e o patrimônio arquivístico-musical e histórico-musical brasileiro, portanto realizada a partir da realidade expressa nas fontes musicais e não apenas a partir das narrativas deixadas por cronistas e historiadores.
Chamada de trabalhos e demais documentos referentes ao congresso: http://anppom.com.br/congressos-anppom-e-anais/
Link para submissões: http://www.anppom.com.br/congre…/index.php/28anppom/28anppom

 

Vaga para digitalizador

Empresa necessita de profissional para o cargo de digitalizador para projeto.
Prazo determinado: 01 (um) ano.
Local: São Paulo, Capital.
Contrato: CLT.
Pré-requisito obrigatório: experiência comprovada na função.
Salário: R$ 1.100,00.
Enviar currículo o e-mail: rosangelacunha@issx.com.br
Convite_Oficina_Março

[OF01/18] Tipologia documental como método para a organização de documentos acumulados em arquivos

DATA: 22 e 23 de março de 2018

HORÁRIO: das 10:00 às 17:00

LOCAL: Centro de Apoio à Pesquisa em História “Sérgio Buarque de Holanda” – Departamento de História da FFLCH-USP. R. Professor Lineu Prestes, 338, Térreo, Cidade Universitária, São Paulo – SP. (Como chegar)

DOCENTE: Ana Célia Rodrigues. Professora do curso de Arquivologia da Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestre (2003) e doutora (2008) em História Social pela USP, com pós-doutorado pela USP/Universidade Carlos III de Madrid (2013-2015). Especialista em Organização de Arquivos pelo IEB-USP (1992) e pela Escuela Nacional de Archiveros do Peru/OEA (1993). Tem experiência profissional em arquivos municipais e como consultora em projetos de gestão de documentos junto a entidades públicas e privadas. Coordena o grupo de pesquisa “Gênese Documental Arquivística”, certificado pelo CNPq. (Veja o currículo completo)

OBJETIVOS: Conhecer e aplicar os procedimentos metodológicos para identificar, organizar e disponibilizar documentos acumulados em arquivos. 

PROGRAMA: 

  • Documentos acumulados nos arquivos: por onde iniciar o tratamento técnico
  • Identificação: como reconhecer o documento de arquivo e seu órgão produtor?
  • Identificação: a importância do estudo do órgão produtor e da tipologia documental.
  • Classificação: como representar o contexto de produção dos documentos?
  • Descrição: como recuperar documentos e informações nos arquivos?
  • Exercícios práticos

 

INVESTIMENTO

Associados*: Profissional – R$ 200,00 / Estudante** – R$ 100,00

Não associados: Profissional – R$ 260,00  / Estudante** – R$ 130,00

Empenho***: Instituição associada – R$ 200,00 / Instituição não associada – R$ 260,00

(*) Para ter direito ao desconto, os associados devem enviar cópia do comprovante de pagamento da anuidade vigente ou solicitar boleto para pagamento, pelo e-mail diretoria@arqsp.org.br.

(**) A categoria “estudante” destina-se a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação ou cursos técnicos. Alunos de pós-graduação, especialização e cursos livres devem se inscrever na categoria “profissional”. No ato da inscrição, é  preciso enviar cópia de atestado de matrícula para o e-mail diretoria@arqsp.org.br. 

(***) Pagamento por empenho: O desconto oferecido para associados será aplicado apenas para Instituições em dia com a anuidade vigente. Entrar em contato com o e-mail diretoria@arqsp.org.br antes de fazer a inscrição.

Formas de pagamento: O pagamento deverá ser realizado exclusivamente por meio da Loja da ARQ-SP online. Nossas cobranças são processadas pelo PagSeguro e você pode optar entre boleto bancário (à vista) ou cartão de crédito (com opções de parcelamento).

VAGAS LIMITADAS!

SERÁ CONFERIDO CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO

A CONFIRMAÇÃO DA VAGA ESTÁ CONDICIONADA AO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

INFORMAÇÃO IMPORTANTE – INSTRUÇÕES PARA A INSCRIÇÃO:

  1. Faça o cadastro no site da Associação de Arquivistas de São Paulo (www.arqsp.org.br). Clique em MINHA CONTA no menu superior e preencha as informações solicitadas.
  2. Após realizar seu cadastro, saia do sistema para validar os dados.
  3. Acesse a LOJA da ARQ-SP e clique na opção adequada, de acordo com a categoria informada (Selecione pelo código OF 01/18).
  4. Realize a compra do curso, seguindo o passo a passo informado pelo site.
  5. Somente alunos de cursos técnicos e de graduação são considerados ESTUDANTES.
  6.  Somente associados da ARQ-SP têm direito ao desconto referente a essa categoria.
Convite Paletsra_Março

[Palestra] Preservação digital: caminhos possíveis a partir da experiência da Pinacoteca do Estado

O Arquivo Geral da USP e a ARQ-SP convidam

Palestras do Arquivo Geral da USP

PRESERVAÇÃO DIGITAL:

CAMINHOS POSSÍVEIS A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DA PINACOTECA DO ESTADO

com Isabel Ayres Maringelli e Charlley Luz

 

A atividade abordará, por meio de exemplos práticos, o processo de definição de políticas de preservação digital, como a que foi elaborada para a Pinacoteca de São Paulo. Traz, ainda, metodologia de elaboração de políticas de preservação.

Conheça os palestrantes:

Isabel Ayres Maringelli é mestre em Ciência da Informação pela USP (2016), Especialista em “Bens Culturais: Economia e Gestão” pela FGV (2009). É bibliotecária, formada pela FESP-SP (1993). Coordena a Biblioteca Walter Wey e o Centro de Documentação e Memória da Pinacoteca de São Paulo e leciona no curso de Graduação de Biblioteconomia e Ciência da Informação da FESP-SP.

Charlley Luz é arquivista formado pela UFRGS (2006), especialista em Gestão de Sistemas e Serviços de Informação (FESP-SP) e mestre em Ciência da Informação pela USP (2016). É sócio-fundador da Feed Consultoria e leciona no curso de pós-graduação em Gestão Arquivística da FESP-SP.

Quando? 8 de março de 2018, às 14 horas.

Onde? Auditório Safra da Biblioteca da Faculdade de Economia e Administração da USP (FEA-USP). Av. Professor Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo-SP. Clique aqui para ver como chegar! 

Quanto? Grátis!

Vagas esgotadas

Clique aqui para fazer a sua inscrição

Atenção: Esta é uma atividade gratuita e as vagas são limitadas. Evite fazer sua inscrição se não estiver seguro de seu interesse ou se não tiver certeza de que terá condições de comparecer. Assim você contribui para que outros interessados não fiquem sem vaga! 😉

Será conferido certificado aos participantes

O NOVO ANO

O que esperar de 2018? O cenário arquivístico brasileiro nunca esteve tão sombrio…

 

No comando do Arquivo Nacional, depois da desastrada passagem de José Ricardo Marques, hoje condenado pela prática de atos de improbidade administrativa, temos agora outro fruto de barganha política: Carolina Chaves de Azevedo, cuja mãe trabalha no gabinete da deputada Cristiane Brasil, recém-nomeada (mas não empossada) ministra do Trabalho. Vale a pena conferir a matéria publicada no jornal O Globo, para tentar entender os mecanismos do toma-lá-dá-cá que vêm sendo adotados:

https://oglobo.globo.com/brasil/dinheiro-que-paga-divida-trabalhista-de-cristiane-brasil-sai-de-conta-de-funcionaria-22261290#ixzz55PQxA1uW

O Arquivo do Estado de São Paulo também tem sido alvo de barganhas similares. Um andar inteiro e metade de outro de seu edifício abrigam hoje, em lugar de documentos, a Corregedoria Geral de Administração e a Ouvidoria do Estado de São Paulo. É bom lembrar, além disso, que o Arquivo foi transformado em valhacouto desde 2016, quando Fernando Padula Novaes, apesar de estar na mira da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual, assumiu o cargo de coordenador. A situação é bem mais grave agora; tornou-se indiciado no processo que apura a corrupção ligada à merenda escolar. Recente matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo dá mais detalhes sobre o fato, oferecendo, inclusive, cópia integral da denúncia:

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/ex-chefe-de-gabinete-da-educacao-de-alckmin-e-denunciado-por-fraude-na-merenda/

A recente extinção dos cargos de arquivista e técnico de/em arquivo na administração pública federal, por força do decreto n. 9.262, de 9 de janeiro do corrente, é sinal de que não se reconhece a importância desses profissionais. O argumento financeiro não justifica tal medida. O mesmo poderíamos falar sobre o CPDOC da Fundação Getúlio Vargas, ao dispensar Dulce Pandolfi e Luciana Heymann sob a alegação de economia: demitir Luciana Heymann, por exemplo, às vésperas de um pedido de demissão em razão de seu ingresso na Fiocruz, onde foi aprovada por concurso, seria bom negócio para a FGV?

Este ano será, sem dúvida, de muita luta. Devemos ficar atentos aos favorecimentos espúrios e às iniciativas que atendem a determinados interesses, como os das empresas de digitalização. Os arquivos não podem mais se prestar a acordos políticos de conveniência, sendo nosso dever denunciá-los e combatê-los. Nossa área precisa ser fortalecida e dignificada: ignorar a missão dos arquivos e desvalorizar os profissionais que deles se ocupam é, afinal, um desserviço à sociedade, à democracia e à história.

 

A DIRETORIA

 

ARQ-SP lança e-book com trabalhos apresentados no I Encontro sobre Arquivos Pessoais

A Associação de Arquivistas de São Paulo lança nesta quinta-feira, dia 7 de dezembro, durante o II Encontro “Arquivos Pessoais: experiências, reflexões, perspectivas” o e-book de título homônimo, resultado da reunião dos trabalhos apresentados no I Encontro, realizado em 2015.

Para conhecer o livro, volume 4 da Série Eventus, acesse a guia “Biblioteca Digital” no site da ARQ-SP ou clique no link a seguir:

http://arqsp.org.br/wp-content/uploads/2016/11/Arquivos-pessoais_experiencias_reflexoes-perspectivas_1_e-book.pdf

 

Seleção para arquivista – Região metropolitana de São Paulo – URGENTE!

ATENÇÃO!!! O PRAZO PARA ENVIO DE CURRÍCULOS ENCERROU NO DIA 30 DE NOVEMBRO!

Secretaria de Governo em uma prefeitura próxima da capital paulista precisa de arquivista qualificado(a), com experiência, competência técnica e dedicação exclusiva; profissional de confiança para assumir cargo comissionado e ficar responsável pela estruturação do arquivo na Pasta.

Precisa ter conhecimento e habilidade em gestão documental (todas as fases) para implantação praticamente do zero. Até o presente momento, o arquivo era descentralizado e sob outro comando. Com a transferência para a SeGov municipal, a Secretaria quer fazer tudo corretamente, com diagnóstico, tabela de temporalidade etc.

Carga horária: 40 horas semanais.

Salário inicial bruto: R$12 mil.

Os interessados deverão encaminhar currículo com descrição de suas habilidades, cursos realizados e trabalhos desenvolvidos para o endereço: diretoria@arqsp.org.br

Informar no campo assunto: CV para SeGov/SP.

Data limite para recebimento de currículos: 30 de novembro de 2017.

Convite_Arquivos de Artistas

Oficina especial – “Arquivos de artistas”, com Ana Maria Camargo e Silvana Goulart

Abrindo a programação do II Encontro “Arquivos Pessoais: experiências, reflexões, perspectivas”, a ARQ-SP promove a

Oficina Especial

ARQUIVOS DE ARTISTAS

com Ana Maria de Almeida Camargo e Silvana Goulart

Sobre as professoras:  Ana Maria de Almeida Camargo é professora do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo, no qual orienta pesquisas de mestrado, doutorado e supervisiona projetos de pós-doutorado. Silvana Goulart é mestre em História pela Universidade de São Paulo e dedica-se à consultoria, gestão de acervos e projetos culturais. Juntas, Ana Maria Camargo e Silvana Goulart publicaram Centros de Memória: uma proposta de definição (Sesc Edições, 2015) e Tempo e circunstância: a abordagem contextual dos arquivos pessoais (Instituto Fernando Henrique Cardoso, 2007).

Objetivo: Apresentar metodologia que permite, a partir de abordagem contextual, descrever os documentos de um arquivo pessoal de artista e, simultaneamente, preparar as bases paraoutros subprodutos: uma cronologia da trajetória do titular, o catálogo raisonné de sua obra e a fortuna crítica que a acompanhou ao longo do tempo.

Metodologia: A oficina envolverá a discussão de princípios, conceitos e procedimentos da área arquivística, utilizando exemplos dos acervos do Instituto de Arte Wesley Duke Lee e da Pinacoteca do Estado, entre outros.

Público-alvo: Profissionais de arquivos, centros de memória, museus e bibliotecas, estudantes e demais interessados.

Data: 6 de dezembro de 2017, das 10:00 às 17:00

Local: Auditório da Pina Estação (Estação Pinacoteca). Largo General Osório, 66, Luz, São Paulo. Próximo às estações Luz, do metrô, e Júlio Prestes, da CPTM.

INVESTIMENTO

Pacote especial: Inscrição no II Encontro “Arquivos Pessoais: experiências, reflexões, perspectivas” e na oficina 

Desconto de 15% para inscrição nas duas atividades. Para conhecer a programação completa do evento, conferir o valor especial e fazer a sua inscrição combinada no Encontro e na Oficina, clique aqui. 

 

Inscrição apenas na oficina: 

Associados*: Profissional – R$ 80,00 / Estudante** – R$ 40,00

Não associados: Profissional – R$ 100,00 / Estudante** – R$ 50,00

Empenho***: Instituição associada – R$ 80,00 / instituição não associada – R$ 100,00

Para fazer a sua inscrição apenas na oficina, acesse a loja da ARQ-SP (observe as instruções no final desta página)

 

(*) Para ter direito ao desconto, os associados devem enviar cópia do comprovante de pagamento da anuidade vigente ou solicitar boleto para pagamento, pelo e-mail diretoria@arqsp.org.br

(**) A categoria “estudante” destina-se a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação ou cursos técnicos. Alunos de pós-graduação, especialização e cursos livres devem se inscrever na categoria “profissional”. No ato da inscrição, é  preciso enviar cópia de atestado de matrícula para o e-mail diretoria@arqsp.org.br. 

(***) Pagamento por empenho: O desconto oferecido para associados será aplicado apenas para Instituições em dia com a anuidade vigente. Entrar em contato com o e-mail diretoria@arqsp.org.br antes de fazer a inscrição.

VAGAS LIMITADAS!

SERÃO CONFERIDOS CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO

A CONFIRMAÇÃO DA VAGA ESTÁ VINCULADA AO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO.

 

INFORMAÇÃO IMPORTANTE – INSCRIÇÃO APENAS NA OFICINA: 

  1. Faça o cadastro no site da Associação de Arquivistas de São Paulo (www.arqsp.org.br). Clique em MINHA CONTA no menu superior e preencha as informações solicitadas.
  2. Após realizar seu cadastro, saia do sistema para validar os dados.
  3. Acesse a LOJA da ARQ-SP e clique na opção adequada, de acordo com a categoria informada
  4. Realize a compra do curso, seguindo o passo a passo informado pelo site.
  5. Somente alunos de cursos técnicos e de graduação são considerados ESTUDANTES.
  6.  Somente associados da ARQ-SP têm direito ao desconto referente a essa categoria.
  • Associação de Arquivistas de São Paulo
    ARQ-SP
  • Av. Prof. Lineu Prestes, 338 - Térreo Sala N
    CEP: 05508-000 - São Paulo - SP
  • Telefone / Fax: (11) 3091-3795
    Email: contato@arqsp.org.br